Loading...

O Segredo do Pote de Vidro

O segredo do pote de vidro

Não tenho certeza se é uma característica do empreendedor. Pelo menos, é uma coisa muito forte em mim. E da maneira como somos estimulados negativamente pela sociedade, acredito também que seja uma coisa presente em todos. A “autocobrança”. Ás vezes nos exigimos além da nossa conta porque somos ensinados a ser melhores em tudo, ou sermos iguais a todos. Independente de limites ou diferenciais. Sem questionarmos se somos postos à provas e condições justas. Ofuscando qualquer outro talento incrível que possamos ter por não sermos bons em alguma outra tarefa.

Para que ter um traço artístico quando você não sabe calcular baskara? Para que entender tanto de cinema se você não entende das fórmulas de física? Para se tornar um bom empreendedor, é preciso auto confiança. E isso, se consegue com autoconhecimento. Vem, eu explico vamos por partes;

Ressaltamos o negativo demais

Entenda primeiro que você não precisa ser melhor em tudo. Alias, ninguém pode ser o melhor em tudo! Você provavelmente foi cobrado por notas baixas em uma ou duas matérias na escola, enquanto todas as outras matérias estavam no azul. As escolas hoje nos resumem ao vestibular, e isso é muito triste. Temos tanto mais à oferecer do que isso. Mas o fato de sermos conduzidos para um mesmo tipo de educação, em que todos nós precisamos ser iguais, sendo que não somos, causa um peso. E isso gera uma autocobrança, e você deixa de reconhecer os seus pontos fortes. Se identificou? Enxuga os olhos vamos resolver isso ai.

Reconheça as suas qualidades

As pessoas em geral travam quando perguntam à elas, quais são as suas maiores qualidades. Talvez por medo de passarem por arrogantes. Mas reconhecer-se, nada tem a ver com arrogância. Entenda a diferença, arrogância é quando pegamos uma qualidade nossa e colocamos acima da dos outros. Você não precisa diminuir o outro para saber que você é bom em certas coisas, olhe para tudo que você sabe fazer de melhor e reconheça, tem um dom aqui para ser explorado.

Texto bacana sobre o assunto: Reconhecer os próprios talentos e essencial para uma vida feliz

Comece por uma lista

Parece bobo, mas não é. Liste 10 coisas que você sabe que te fazem talentoso. 10 coisas que você tem de melhor em si e o que você faz de forma show. Do lado da mesma folha, porque nem tudo são flores, liste as 10 coisas em que você não é muito bom, e pretende melhorar. Parabéns, foi o seu primeiro passo para um autoconhecimento. O bom empreendedor realiza uma pesquisa de campo em tudo. Ele sabe o máximo possível sobre o lugar onde ele está prestes a pisar. E um desses lugares, começa por você mesmo. É fundamental apostar naquilo que você tem de melhor. Desenvolver o que te torna Grande. Como parte da atitude empreendedora, não fuja da responsabilidade, e isso significa assumir as suas limitações. É a parte mais difícil, mas você consegue. Entenda que todos nós somos feitos de limitações, e podemos trabalhar com elas. E a dica que eu te dou, é que você não trabalhe com elas sozinho!

Abrace as pessoas incríveis

Se tem alguma coisa impossível ou que você não leva jeito, traga para perto pessoas que são muito boas nisso. Que te completem. Parte da atitude empreendedora é ter a modéstia de repassar tarefas das quais você não pode dar conta ou fazer melhor do que um certo alguém. Sozinhos, não vamos muito longe. Mas juntos, podemos fazer muitas coisas e aprender muito. Nos tornamos melhores, nos tornamos Grandes.

E se você está pensando em abrir sua startup ou já tem uma leia isso: Como encontrar um time matador para sua startup 

Mas e o Pote de Vidro?

Já parou para pensar quantas coisas legais você já fez nos últimos tempos? Não né? Então, isso é importante. Vai te fazer bem, saber que tem um longo caminho pela frente, mas que você não esteve parado nesse tempo todo. Focamos demais no que tem pela frente ou em tudo deixado para trás ou principalmente no que está mal resolvido. Lembre-se, com autoconhecimento e realização, a felicidade e a satisfação vem acompanhando.

Esse ano, para resolver esse problema de autocobrança, comprei um pote de vidro. Durante o ano todo, escrevi em tiras de papel todas as coisas que fiz e que me fizeram feliz. Desde um negócio que conquistei, uma palestra que ministrei, um final de semana que curti muito e o nascimento de minha sobrinha/afilhada. Todos os momentos incríveis que eu gostaria de lembrar daqui para frente, mas que nem sempre é possível com a enxurrada de coisas que aparecem pela frente todos os dias. Ai sempre que estou me cobrando demais, insatisfeito com a realidade do momento e com a autocobrança não me deixando em paz, pego o pote e leio, leio tudo que fiz de show, e a nostalgia acaba falando mais alto. E no primeiro dia do ano que vem vou ler uma por uma, cada uma dessas tiras. Tenho certeza que isso vai me fazer muito feliz. Tenho certeza de que te fará muito feliz também.

Abraços { seja grande }
Augusto Aielo

 

 

Leitura recomendada:

7 Motivos para você “NÃO” empreender em sua carreiragiphy08

 

 

 

Leave a comment